Segunda, 14 de Junho de 2021
89 999900379
Cidades Pandemia

QUEM VAI PAGAR A CONTA?

A lei os decretos só tem validade para quem quer trabalhar para sustentar suas famílias, ou para quem não é amigo do REI

18/05/2021 18h10 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: Redação
QUEM VAI PAGAR A CONTA?

Nesta terça feira dia 18 de maio de 2021, nas redes sociais um desabafo de uma trabalhadora na área de ORNAMENTAÇÃO na pessoa de Telma Lima, conhecida no meio das festividades do nosso município. Ela fez uma pergunta às autoridades que editam os decretos municipais com a seguinte frase: QUEM VAI PAGAR A CONTA.

Um desabafo forte de quem chegou ao limite, onde estas pessoas vão conseguir arrecadar dinheiro para pagar o seu aluguel, funcionário, sustentar sua família, se os decretos não deixam eles exercerem suas atividades comerciais.  Assim como Telma Lima, existem centenas de comerciantes, proprietários, de bares, churrascarias como o Casarão e outros pequenos comerciantes que estão comendo o pão que o diabo amassou nestes decretos imorais que só mudam as datas.

Enquanto isto o senhor prefeito aglomera no Sambito, seus secretários realizaram varias festividades, inclusive notificados por a promotoria, bares da Rua São João, que fazem parte da amizade do chefe do executivo aglomeram todos os finais de semana, inclusive com a presença de autoridades municipais.

Como diz a empresaria, uns fazem e poucos pagam, deveriam chamar atenção seria das instituições financeiras bancos, o centro da cidade que aglomeram todo o santo dia, sem fiscalização da vigilância sanitária, pois a prefeitura não quer pagar para ter um carro com os fiscais, devidos não querer pagar hora extra para os funcionários efetivos...

A fiscalização só é intensa apenas para quem trabalha na noite, bares, churrascaria e outros locais de evento, mais enquanto isto os mais endinheirados compram a bebida e aglomeram em seus sítios ou em suas mansões toda a noite sem hora para terminar.

A lei os decretos só tem validade para quem quer trabalhar para sustentar suas famílias, ou para quem não é amigo do REI.

 

CONFIRA:

Quando venho expor é porque não dá mais pra segurar e não dá mesmo!

Tenho plena consciência de que temos que fazer a nossa parte, mas, fazer a parte de ser sacrificado pra ver tantos aglomerarem, inclusive os que apontam, os que decretam o que é "o certo é o que é errado" (E sem estar a trabalho) já deu!

Sou do setor de eventos (DECORAÇÕES E ESPAÇO PARA LOCAÇÃO? DE EVENTOS) ,sou MEI e não podemos locar um espaço amplo com espaço suficiente para distanciamento e medidas que são adotadas a bares e restaurantes e não podemos!Não estou aqui clamando por aglomeração, jamais!Mas sim, por medidas que nos permitam trabalhar. Quem vai pagar a conta?!"Auxílios Emergenciais"?! Nunca!Haja burocracia!E Nem. parecem emergenciais  

Pois em verdade lhes digo, está sobrando decreto e faltando planejamento, ações, ou não perceberam que não estão funcionando?!!!

É injusto você pagar pra ver os outros aglomerarem?!Há serviços discriminados como essenciais ou autorizados a funcionarem que estão com números além do permitido e sem cumprirem as devidas medidas (Que fique claro, não estou aqui pra apontar ninguém mas cadê as medidas adotadas para normalização?!)e é aí que " O justo Paga Pelo Injusto"!As medidas ao invés de fazerem valer pra quem tá descumprindo na verdade é aplicada a "lei" de." Um Faz e Todos Pagam?!".E enquanto isso,estamos aqui parados desde o início no artigo 1° de um decreto onde só muda mesmo a data e assim sendo, permanecemos no mesmo ponto! 

Atenciosamente: Telma Lima.