Terça, 11 de Maio de 2021
89 999900379
Brasil Situação

O ministro da Saúde, aparentemente, quer que a imprensa se comporte como a assessoria dele

A crítica foi feita quando o ministro da Saúde comentava ter sido fotografado sem máscara ao acompanhar a chegada de doses da Covax Facility neste domingo (2)

03/05/2021 20h50
Por: Redação Fonte: oantagonista
O ministro da Saúde, aparentemente, quer que a imprensa se comporte como a assessoria dele

Marcelo Queiroga disse em evento nesta segunda-feira (3) que parte da imprensa “não contribui com o Brasil” em meio à pandemia da Covid e, sem citar nomes de veículos, sugeriu a empresários que repensem a publicidade neles, registra a Folha.

A crítica foi feita quando o ministro da Saúde comentava ter sido fotografado sem máscara ao acompanhar a chegada de doses da Covax Facility neste domingo (2). Ele alegou que a imagem foi publicada fora de contexto.

“Tenho pregado o uso de máscaras, e a sociedade é testemunha. Ontem, tirei a máscara para dar esse nó [para ajustar]. Aí um jornalista de um veículo de comunicação fotografou e disse lá: ‘Ministro da Saúde chega sem máscara’. Vai chegar o momento em que vamos desmascarar essas pessoas que não contribuem com o Brasil, até parte da imprensa”, afirmou Queiroga, em evento na Fiesp.

“Não sei com que motivação querem fazer isso para motivar a discórdia. Seria bom que vocês da iniciativa privada e que fazem publicidade nesse tipo de comunicação repensassem essas estratégias”, acrescentou.

O ministro da Saúde, aparentemente, quer que a imprensa se comporte como a assessoria dele —e isso, sim, seria “não contribuir com o Brasil”.