Quarta, 14 de Abril de 2021
89 999900379
Cidades Reunião

Kássio Gomes representa UNDIME/PI em audiência pública promovida pelo Ministério Público do Piauí sobre aulas remotas e retomada das atividades escolares presenciais

Além de tudo isso, os alunos da rede pública complementam a alimentação dentro da escola, sendo esta um ambiente social e necessitam da socialização que só escola é capaz de oferecer

25/03/2021 14h08 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Fonte: Ascom
Kássio Gomes representa UNDIME/PI em audiência pública promovida pelo Ministério Público do Piauí sobre aulas remotas e retomada das atividades escolares presenciais

Foi realizada na manhã de hoje (25) audiência pública promovida pelo Ministério Público do Estado do Piauí - MPPI, com discussões acerca da prioridade da educação no contexto da pandemia. A audiência contou com a participação de várias entidades como o SINEPE, UNDIME, SINDSERM, COE/PI, vários especialistas da área médica, psicólogos, professores, pais de alunos, alunos, coordenadores e gestores escolares.

A presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria no Piauí, Drª Anenísia, reforçou que a escola é um ambiente importante para o desenvolvimento da criança, tanto do ponto de vista intelectual, psicomotor e, sobretudo, mental. Para a especialista a criança é o grupo de menor risco de infecção e consequentemente de transmissão da COVID-19. A médica citou dados que afirmam que mesmo depois do retorno das aulas presenciais o número de crianças infectadas tiveram redução, o que prova que a manutenção das escolas abertas não representa um risco maior diante do quadro grave da pandemia.

Além da Drª Anenisia, a Drª Jerlene que é neurologista e a Drª Loyane que é médica intensivista e atua na linha de frente no combate e enfrentamento da COVID-19 corroboraram as palavras da presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria sobre a escola como ambiente seguro.

O representante do COE/PI, médico/infectologista, Dr Walfrido, disse que o Comitê de Operações Emergenciais se posiciona pelo fechamento total das atividades por algum tempo, mas defendeu que se outros setores estão, por questões econômicas abertos, as escolas que tem um impacto de disseminação do vírus bem menor, devem permanecer abertas e com aulas presenciais. Segundo o infectologista, o COE/PI reconhece a falha do Comitê em ter orientado àquela época o fechamento total da escola.

Segundo os dados levantados por diversos especialistas e apresentados na audiência, a infecção dentro das escolas é muito baixa. E todos foram unânimes em orientar a abertura das escolas de forma segura e seguindo os protocolos.

A UNDIME/PI é uma das instituições mais importantes em defesa da educação. Na audiência, a UNDIME/PI ao defender o ensino presencial, reforçou que é na escola que se pode criar um ambiente mais eficaz, inclusive na educação para o combate ao coronavírus, como o uso de máscaras, higienização de ambientes e outras medidas sanitárias, além do distanciamento social. Defendeu, contudo, que é necessário colocar o professor de fato na lista de prioridade da vacinação.

Kássio Gomes que é membro da UNDIME/PI, ex-Secretário de Educação, professor em atividade permanente na sala de aula e agora vereador no município de Valença do Piauí chamou a atenção para a necessidade urgente da retomada das aulas presenciais, sobretudo para alunos da rede pública onde a maioria dos pais não dominam as tecnologias ou sequer tem acesso a elas, não conseguem acompanhar o filhos em atividades remotas. Muitos deles são analfabetos e não tem condições de orientar os filhos.

Além de tudo isso, os alunos da rede pública complementam a alimentação dentro da escola, sendo esta um ambiente social e necessitam da socialização que só escola é capaz de oferecer.