Quarta, 14 de Abril de 2021
89 999900379
Cidades Piauí

Enfermeiros analisam paralisação, mas FMS se manifesta sobre pagamentos

A Fundação Municipal de Saúde informa que não teve redução real de salários dos profissionais que trabalham na área da saúde de Teresin

27/02/2021 15h07
Por: Redação Fonte: 180graus
Enfermeiros analisam paralisação, mas FMS se manifesta sobre pagamentos

Os profissionais da Enfermagem vinculados a Fundação Municipal de Saúde de Teresina afirmam que houve a diminuição de 50% no valor dos plantões e de 20% da insalubridade  para quem está trabalhando no setor Covid-19. Diante dessa situação, a direção do Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí- SENATEPI convoca os servidores da FMS para uma manifestação e protesto na próxima terça-feira (02/03), às 8h, em frente a Prefeitura de Teresina.

O presidente do SENATEPI, Erick Riccely, relata que os profissionais estão revoltados com essa medida unilateral da FMS.  "A decisão da Fundação não respeita os servidores  públicos  concursados e não leva em consideração  a população que já está sofrendo com quase 100% dos leitos de UTI ocupados", enfatiza. Os profissionais vão analisar se farão paralisação das atividades.

Mas a Prefeitura de Teresina já se manifestou sobre o caso:

 

A Fundação Municipal de Saúde informa que não teve redução real de salários dos profissionais que trabalham na área da saúde de Teresina. Os salários, insalubridade e plantão estão sendo pagos rigorosamente em dia. O que houve foi o fim do acréscimo temporário(até dia 31 de dezembro de 2020)  de 20%  no valor da insalubridade que foi autorizado em  pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, com aporte de recursos específico para essa finalidade. 


No caso de segundo turno, também está sendo pago para os servidores cujos setores comprovem a necessidade. A FMS informa ainda que todas as medidas foram discutidas com as diretorias e informadas ao sindicato da categoria.