Segunda, 08 de Março de 2021
89 999900379
Política Soberano

Ex-vereador Joaquim Filho fala sobre a votação das comissões permanentes da Câmara Municipal

Agora aqui nesse caso a mesa diretora está correta e fez o procedimento correto, as comissões estão formadas e irão vigorar por dois anos

17/02/2021 23h13
Por: Redação Fonte: Redação
Ex-vereador Joaquim Filho fala sobre a votação das comissões permanentes da Câmara Municipal

O ex-vereador Joaquim Filho, disse nesta quarta-feira (17/02), no jornal da Rádio Confederação 90.9 FM que o caso da formação das comissões da Câmara Municipal, a mesa diretora está correta, pois segundo ele, a mesa diretora tentou após a sessão solene da leitura da mensagem do prefeito, na abertura do ano legislativo, onde na sessão seguinte tentaram votar as comissões e deixaram para a sessão seguinte.  

Nesse caso a vereadora Ielva Melão não estava presente e foi colocado em votação se poderia ser nas próximas sessões e foi aprovado pelo plenário, sendo os próprios vereadores que votaram. Tanto assim que o plenário é soberano, agora na escolha das comissões, estavam lá 10 (dez) vereadores com exceção do vereador Vanildo Castro que foi a sessão. 

Sendo que foi colocado em votação as chamadas comissões, hora se estavam os dez vereadores e no caso a vereadora Livia Nogueira disse que queria se abster de todas votações e fez um pedido para sair do plenário, o que foi atendido pela presidente Paula Jeanne.  

Agora os outros vereadores não quiseram participar, então a mesa diretora, através da sua presidente colocou em votação e dos nove que estavam lá, todos votaram. Sendo constituídas as comissões, agora todos sabem que seria bom que todos os vereadores participassem de cada partido, se cada vereador estivesse com o intuito de participar para ser presidente, relator ou membro de alguma comissão. Mais está no quer de cada vereador como eles não quiseram foi feita a votação.

É importante colocar que a Câmara para funcionar, ela precisa das comissões. Eu ouvi falar em judicialização, não se leva para justiça aquilo que a Câmara decide, pois o plenário da Câmara Municipal é soberano nesse caso, então estavam lá a maioria dos vereadores, quem não quis participar foi por sua vontade, agora aqui nesse caso a mesa diretora está correta e fez o procedimento correto, as comissões estão formadas e irão vigorar por dois anos, finalizou.