Terça, 19 de Janeiro de 2021
89 999900379
Política Visita

No Piauí, Maia diz que é “tom de ameaça” fala de Bolsonaro sobre invasão no Capitólio

Maia destacou que a candidatura de Baleia Rossi também é um instrumento contra retrocessos no Paí

08/01/2021 22h09
Por: Redação Fonte: cidadeverde.com
No Piauí, Maia diz que é “tom de ameaça” fala de Bolsonaro sobre invasão no Capitólio

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), defendeu nesta sexta-feira (8), em Teresina, que os partidos políticos questionem judicialmente o presidente Jair Bolsonaro por afirmar que incidentes ocorridos nos Estados Unidos podem se repetir no Brasil. Segundo Maia, as declarações são “tom de ameaças”.

“É importante que os partidos políticos, parece que um entrou, questionassem ele [Jair Bolsonaro] juridicamente, porque ele fez um ataque grave ao TSE aos seus juízes, aos seus ministros e ele precisa dar uma resposta clara onde está essa gravidade toda. No mínimo, se ele não responder, é um crime de injúria. Então é importante que o presidente pare de usar essa retórica de ameaça e ataque e que todos nós neste momento, principalmente os partidos políticos que representam a democracia, questione o presidente toda vez que ele soltar frases de efeito ameaçando nossa democracia, como ameaçou a democracia americana o presidente Trump”.

Maia visitou a capital piauiense acompanhado do deputado federal Baleia Rossi (MDB/AL) pedindo votos para a eleição na Câmara Federal. É o primeiro estado que Baleia visita. Eles foram recebidos pelo governador Wellington Dias (PT) e o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa (MDB).

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a cena de invasão ao Congresso americano ocorrida na quarta-feira pode se repetir no Brasil, caso o voto impresso não seja instituído.

“O pessoal tem que analisar o que aconteceu nas eleições americanas agora, basicamente qual foi o problema, a causa dessa crise toda: falta de confiança no voto. Lá, o pessoal votou e potencializaram o voto pelos Correios por causa da tal da pandemia e teve gente que votou três, quatro vezes. Mortos votaram, foi uma festa lá. Ninguém pode negar isso daí, então a falta de confiança levou a esse problema que está acontecendo lá. E aqui no Brasil se tivermos o voto eletrônico em 22 vai ser a mesma coisa, a fraude existe”, disse o presidente Jair Bolsonaro. 

Maia destacou que a candidatura de Baleia Rossi também é um instrumento contra retrocessos no País. 

“O próprio presidente colocou isso (os incidentes nos EUA podem ocorrer no Brasil) com tom de ameaça. Essa eleição da Câmara vai ser muito importante para que a gente possa garantir as instituições livres, democráticas e independentes que não volte ao Brasil nenhum passado, que todos nós lembramos com tristeza, que foi o passado da Ditadura”. 

Flash Yala Sena
[email protected]