Segunda, 21 de Setembro de 2020
89 999900379
Política Piauí

TRE-PI registra recorde de inscrições para mesários voluntários

Paraná, Rio de Janeiro e Pernambuco também registraram aumentos consideráveis na procura de pessoas interessadas em trabalhar nas eleições de 15 e 29 de novembro

11/09/2020 00h42
Por: Redação Fonte: Ascom
TRE-PI registra recorde de inscrições para mesários voluntários

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE), até o início deste mês de setembro alcançou a marca de 7.500 inscritos, como mesários voluntários, em sua plataforma on line de inscrição, que mantém em sua página na internet desde o ano de 2016.

De acordo com o representante do Grupo de Trabalho Mesários (GT - Mesários) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no Piauí e Chefe da Seção de Orientação às Zonas Eleitorais, Inspeção e Correição do TRE-PI, Hugo Leonardo Ferreira Leite, esse número expressivo de voluntários representa quase o dobro de inscritos em 2018, quando o Piauí registrou um total de 4.091 inscritos. Naquele ano também houve um salto em relação aos dados de 2016, quando a plataforma de inscrição on line foi implantada e obteve 2.208 registros.

Hugo Leonardo lembrou também que as inscrições permanecem abertas até o dia 16 de setembro, no site do TRE-PI (www.tre-pi.jus.br) banner: Venha ser MESÁRIO VOLUNTÁRIO – Clique Aqui), e em nome do Presidente do TRE-PI, Desembargador José James Gomes Pereira, agradeceu a participação de todos.

E esse interesse em além de exercer o ato cívico de votar, também colaborar com a democracia brasileira de um modo mais atuante, vestindo a camisa da Justiça Eleitoral no dia do pleito, tem sido registrado, além do Piauí em outros TREs como o de Tocantins, por exemplo, que contabilizou um aumento de 11,52% nas inscrições de mesários voluntários para o pleito deste ano, em relação às Eleições Gerais de 2018.

Paraná, Rio de Janeiro e Pernambuco também registraram aumentos consideráveis na procura de pessoas interessadas em trabalhar nas eleições de 15 e 29 de novembro.

Resposta do Público

Na opinião de estudiosos e servidores da Justiça Eleitoral, o aumento da procura tem relação direta com a campanha lançada em 14 de agosto pelo TSE, protagonizada pelo médico Drauzio Varella e veiculada nas emissoras de rádio e TV e na internet.

Serviço à democracia

O trabalho de mesário faz jus a auxílio-alimentação no 1º turno e, se houver, também no 2º turno das eleições. O mesário também tem direito a dois dias de folga para cada dia que passar nos treinamentos oferecidos pela Justiça Eleitoral, e trabalhando na função a que for designado no dia da votação.

No Piauí recebe ainda isenção de taxa de inscrição em concursos públicos estaduais e se for aluno das Universidades Federal (UFPI) e Estadual (UESPI), além do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI) pode utilizar o tempo de serviço como crédito em curso de extensão. Além das instituições acima outras escolas superiores têm feito convênios semelhantes com o TRE-PI.

Além disso, o mesário voluntário recebe um certificado pelos serviços prestados e tem preferência no desempate em concursos públicos, desde que isso seja previsto no edital.

Para ser mesário, a pessoa precisa estar em situação regular com a Justiça Eleitoral e ser maior de 18 anos. Os mesários são designados para seções eleitorais dentro da Zona Eleitoral em que estão inscritos.

Qualquer eleitor pode ser escolhido para ser mesário, exceto: candidatos e seus parentes, até o segundo grau, ainda que por afinidade, inclusive o cônjuge; membros de diretórios de partidos políticos que exerçam função executiva; autoridades, agentes policiais e funcionários no desempenho de funções de confiança do Executivo; funcionários do serviço eleitoral; e neste pleito específico, maiores de 60 anos e portadores de comorbidades físicas.

Ainda dá para se inscrever

Os interessados em ser mesários podem acessar o site do TRE-PI (www.tre-pi.jus.br), preencher um cadastro ou fazer a inscrição por meio do aplicativo e-Título, que está disponível gratuitamente para download em tablets e smartphones com os sistemas operacionais iOS ou Android.

Se for convocado, o eleitor receberá uma carta de convocação no endereço cadastrado na Justiça Eleitoral. Na carta de convocação, já são informados sobre o treinamento. Dúvidas também podem ser esclarecidas entrando em contato com o cartório eleitoral do seu município.