01 BANNER OFERTAS
Medidas

Equatorial aponta falta de poda como problema para queda de energia

www.equatorialpiaui.com.br/index.php/nossos-servicos/ressarcimento-de-danos-eletricos/.

31/10/2019 11h40Atualizado há 3 semanas
Por: Redação
Fonte: cidadeverde.com

Em audiência com o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) sobre os problemas gerados por quedas de energia elétrica registradas na primeira semana do mês de outubro , representantes da Equatorial Piauí alertaram que a falta de poda das árvores, que ficam próximas da rede elétrica, ocasionaram os danos que interromperam o fornecimento de energia.

O fato ocasionou danos e transtornos aos consumidores, afetando o trânsito, faculdades, hospitais, comerciantes, principalmente do ramo de bares e restaurantes.

Durante a audiência, a empresa informou reconhecer os problemas e disse que quando as plantas ameaçarem o fornecimento, o cidadão poderá entrar em contato pela central de teleatendimento, discando o número 0800 086 0800, e solicitar a presença de uma equipe. 

A concessionária informou ainda que, para caso de falta de energia, as chamadas também podem ser realizadas pelo Whatsapp, através do 86 3228-8200.

Ressarcimento

A empresa também informou que os consumidores prejudicados pelas quedas de energia no período de 04 a 06 de outubro podem realizar reclamações com pedido de ressarcimento através deste endereço: 

www.equatorialpiaui.com.br/index.php/nossos-servicos/ressarcimento-de-danos-eletricos/.

A Equatorial deverá apresentar, no prazo de 15 dias, uma minuta de termo de ajuste de conduta com medidas preventivas que serão adotadas pela concessionária. 

Representantes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) também participaram da audiência e informaram que muitos bares e restaurante sofreram inúmeras perdas, como perda de alimentos e a falta de atendimento em Call Center

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários