01 BANNER OFERTAS
Estado

Piauí tem a 1ª mergulhadora bombeiro feminino da história

Com mais estes dois profissionais, aumenta em 40% o efetivo de mergulhadores em atividade operacional no estado.

11/08/2019 11h05Atualizado há 1 semana
Por: Redação
Fonte: cidadeverde.com

Weilla da Silva Araújo é a primeira soldado do Piauí a concluir o curso de mergulhadores autônomos do Corpo de Bombeiros. O treinamento foi realizado em São Paulo, no período de 1º de julho a 9 de agosto. Foram 40 dias de qualificação. Além dela, o soldado Giovanni Pio Viana também concluiu o curso.

"Hoje somos 7 mergulhares que atuam operacionalmente", disse o comandante do Corpo de Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Piauí, coronel Carlos Frederico. "O momento é de parabenizar aos valorosos Soldado Bombeiro Militar Pio e também a Sd. BM Weilla, primeira mergulhadora da história do Corpo de Bombeiro Militr do Estado do Piauí (CBMEPI)", comenta o comandante.

Com mais estes dois profissionais, aumenta em 40% o efetivo de mergulhadores em atividade operacional no estado, gerando melhoria nas escalas dos mergulhares. Os profissionais receberam informações e treinamentos em um dos mais atuais e completos centros do país e aprofundou o relacionamento com um dos principais polos de conhecimento na área, que está em São Paulo.

"Com esta parceria, a coordenadoria do Curso de Mergulho Autônomo (CMAut) afirmou que está de portas abertas ao Piauí para os cursos das diversas áreas como terrestre, altura e aquático", diz, destacando que o fato do CBMEPI ter a primeira mergulhadora, certamente vai abrir o caminho para que mais militares vejam que é possível realizar com sucesso cursos operacionais como o CMAut", diz o comandante, coronel Carlos Frederico, enfatizando que a formação dos profissionais é mais um passo na construção de um CBMEPI forte.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários